Pesquisador descobre livro de Machado de Assis nunca publicado

Crisálidas (1864) foi o primeiro livro de poemas de Machado de Assis (1839-1908) – mas quase não foi. Duas notas publicadas no Correio Mercantil em 1858 e em 1860 e um anúncio veiculado no Correio da Tarde também em 1860 mostram que ele se preparava para lançar o Livro dos Vinte Anos. Essa informação, descoberta agora pelo professor Wilton Marques, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e divulgada com exclusividade para o Estado, nunca foi incluída em suas biografias, e especialistas contemporâneos dizem nunca ter ouvido falar no tal livro de poemas.

[adsenseup]

machado-de-assis

Tudo começou com uma outra descoberta – a do poema O Grito do Ipiranga que Machado de Assis publicou no Correio Mercantil em 1856. O professor quis, então, escrever um livro sobre esse texto, mas achou que precisava ampliar sua pesquisa para dar corpo à obra.

 

Foto rara de Machado de Assis presidindo a ABL é encontrada

 

Iniciou, assim, uma investigação sobre a presença de literatos em jornais. Estava debruçado sobre os arquivos do Correio Mercantil na Hemeroteca Digital Brasileira, lendo os textos de Macedo, Gonçalves Dias, Manuel Antonio de Almeida, José de Alencar e Machado de Assis, quando se deparou com a seguinte nota na primeira página: “Mais um volume de versos se anuncia, e podemos já dizer mais um poeta se vai revelar. Modesto e muito jovem são, além de felizes inspirações, qualidades bastantes para recomendarem o nome do Sr. Machado de Assis, autor do livro cuja publicação se nos anuncia”. Machado era, então, um garoto de 19 anos.

Obra rara

Um volume da primeira edição de Crisálidas, o primeiro livro de poemas de Machado, foi incorporado ao acervo da Estante Virtual este ano. A relíquia custa R$ 4.748. Há outras 30 obras raras no portal que reúne sebos de todo o País.

Fonte: Cultura Estadão

[/adsenseup]

Comente essa matéria

comentários

You might also like More from author

Simple Share Buttons