Escritores sertanejos abrem ALAS

“Por natureza, todos os homens desejam o conhecimento.”  A célebre citação está na abertura da Metafísica, de Aristóteles. O filósofo assim nos remete à ânsia do homem pelo conhecimento e, mais adiante, reafirma que é inerente a este mesmo homem o conhecimento, tanto quanto as sensações aos animais irracionais.

[adsenseup]

A criação da ALAS (Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano) tem o objetivo de melhor difundir o conhecimento e a produção literária no Alto/Médio Sertão do nosso Estado. Nosso intuito é divulgar entre os habitantes locais o salutar hábito da leitura, evidenciando, desta forma, os escritores regionais do interior sergipano, até agora tão esquecidos.Não estamos aqui com o objetivo de “erigir ídolos” para serem adorados. Isto está totalmente fora das nossas cogitações.

alas-logo

A ALAS veio democratizar, popularizar, difundir o saber literário, tal como muito bem resume o nosso lema “Sol omnibus nascitur”,  (O sol nasce para todos). A ideia, embrionariamente concebida e compartilhada pelo presidente da ALAS, Prof. Vasko, que já compõe o MAC da Academia Sergipana de Letras (Cadeira 13) e ocupa a vice-presidência da Academia Gloriense de Letras (Cadeira 07); começa a germinar e a tendência é produzir bons frutos.

É a primeira, de âmbito regional, nas terras do Cacique Serigy. Mas não desejamos que seja a única. A recém-criada academia irá, no mínimo, trazer benefícios aos escritores de pequenos municípios e aos moradores da região que terão palestras ministradas pelos membros, além da participação direta e permanente das escolas, de todos os níveis.

Não deixemos que as pessoas continuem esquecendo a importância desses centros de cultura. Vamos produzir literatura. Façamos arte. Após o anúncio oficial e solene da criação da ALAS, na abertura da II Bienal do Livro em Itabaiana, naquela festiva manhã de 18.10.2013, pelo presidente, Prof. Vasko, este, em nome de todos os que fazemos a ALAS, recebeu as mais efusivas manifestações de apoio das coirmãs ali presentes.

E precisamos mesmo ser apoiados por todas, como prometemos apoiar a todas. É a ciranda do bem. Os verdadeiros amantes da escrita, por certo, se agregarão a nós nesta verdadeira cruzada em favor da cultura literária da nossa região sertaneja, que engloba uma dúzia de municípios.

Afinal, não conseguimos viver no isolamento, na solidão. “O homem é um ser político”, ou social. nascemos para a pólis (cidade), para o convívio social. A ALAS estará em comunhão com as demais academias: estadual e municipais.

Nietzsche nos preleciona que “Afinal, só se vive a experiência de si mesmo.” Ouso discordar do grande mestre. Viveremos e compartilharemos experiências e saberes, para que a literatura esteja mais viva a cada dia. Não deixaremos que a velocidade dos nossos dias nos prive da literatura, da leitura.

“Que fiz do meu dia?/Tanta Correria?A vida cantada e sonhada ficará do nada” (poema “Inventário”, Carlos Drummond de Andrade).

Em princípio, a nossa academia contará com representantes de: Canindé de São Francisco, Carira, Feira Nova, Gararu, Graccho Cardoso, Itabi, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo, Porto da Folha e São Miguel do Aleixo: doze municípios, ao todo.

[/adsenseup]

*Matéria publicada no jornal Cinform em virtude da instalação da academia, em novembro de 2014.

Comente essa matéria

comentários

You might also like More from author

Simple Share Buttons